Área restrita para imobiliárias

login

Notícias

Últimos dias de dezembro são excelentes oportunidades para negócios imobiliários

  • Heloiza Vieira
  • 2 de dez de 2019
Últimos dias de dezembro são excelentes oportunidades para negócios imobiliários

Com certeza você já ouviu dizer que o mercado imobiliário voltou a crescer no segundo semestre de 2019. A retomada do crescimento da economia, a liberação de crédito pelo governo e pelos bancos facilitou esse processo e especialistas em economia preveem que haverá valorização imobiliária, o que consequentemente impulsionará as vendas no ano que vem. A expectativa é que nos próximos meses também aumentará a valorização das compras realizadas neste ano.

Os preços dos imóveis tiveram no ano de 2018, o primeiro aumento real após três anos em queda, segundo o IGMI-R (Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial), índice que verifica a variação média nos valores de compra e venda de todos os imóveis comercializados por meio de financiamento no país.  Em 2018, o IGMI-R registrou alta de 0,64%, depois de quedas sucessivas desde 2015, apontando para uma recuperação.

O índice é feito pela Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) e a FGV (Fundação Getúlio Vargas) e verifica a variação dos valores nominais dos imóveis, sem contar a inflação do período.

Portanto, os últimos dias de 2019 se apresentam como uma ótima oportunidade para aqueles que desejam adquirir a sua casa própria por bons preços.

FINANCIAMENTOS

Também quem financiou imóveis encontra grandes oportunidades. Na quarta-feira (27), o governo ampliou as possibilidades de portabilidade de crédito - quando um devedor migra sua dívida de uma instituição financeira para outra, buscando melhores taxas menores.

É permitido que operações de crédito imobiliário contratadas fora do Foi permitido que operações de crédito imobiliário contratadas originalmente fora do Sistema Financeiro de Habitação sejam enquadradas no SFH no momento da portabilidade, desde que respeitem as regras atuais da modalidade, como o limite de avaliação do imóvel financiado e o custo efetivo máximo de 12% ao ano.

 
 
 

Buscar

Faça uma pesquisa mais detalhada neste campo de pesquisa abaixo!